ratox

Membro
  • Total de itens

    396
  • Registro em

  • Última visita

  • Days Won

    7

ratox last won the day on September 18

ratox had the most liked content!

Reputação

69 Excelente

6 Seguidores

Sobre ratox

  • Rank
    LTZ 1.4 AT
  • Data de Nascimento 24-04-1980

Profile Information

  • Sexo
    Masculino
  • Estado
    São Paulo
  • Cidade
    São Paulo
  • Idade
    35
  • Marca do Carro
    GM/Onix
  • Modelo do Carro
    Onix 2015 LTZ 1.4 (Automático) Preto
  1. Só um adendo que o Waze só esta disponível para o Android Auto e não o Carplay. No carplay não tem nenhum mapa, nem o da própria apple pois ela não oferece direção ponto a ponto no Brasil ainda - http://clubedoonix.com.br/topic/15863-onix-2017-não-tem-como-usar-gps/?do=findComment&comment=200727 Eu estou no mesmo barco que você. Tenho um Mylink 1a gen e uso iphone. O que mais queria é ter o waze no mylink, mas isso só com o mylink 2 ou alguma outra central multimídia e um celular android compatível com o Android Auto.
  2. O técnico disse que é bem difícil pois teria que substituir todos os conectores pois os chicotes são completamente diferentes do mylink antigo com o novo. Pelo que ele me falou há uma desvantagem para os proprietários do mylink novo. De acordo com o técnico, não há como substituir o mylink 2a geração por uma central multimídia. Parece que a GM adotou um chicote próprio. Em compensação, usuários do mylink antigo podem substitui-lo por qqr central multimídia disponível no mercado.
  3. Fui na CSS esses dias fazer a revisão e tenho algumas notícias bem ruins. 1a A Chevrolet NÃO irá oferecerá upgrade do mylink 1a gen para o 2a gen 2a O técnico disse que não há como fazer esse upgrade, pois diferente do mylink 1a geração, o novo mylink nos modelos 2017/2018 é composto apenas por uma tela. Ele chegou a retirar o painel do mylink e realmente pude comprovar que tem apenas a tela e o chicote conectado a ela e a botoeira. Questionei ele onde estaria os componentes do mylink e ele disse que eles agora ficam embutidos na parte direita do passageiro, na região das pernas entre o porta luva e a porta do passageiro correndo pela lateral do carro. É isso
  4. Mandei um email para ele. O meu comprei meses após o lançamento em novembro de 2012
  5. vale a tentativa, depois poste o que o técnico diz. Quando vou na CSS nem atualizar o mylink primeira geração eles atualizam mais... eu peço para eles plugarem o OBDII no carro para justamente ver se o TIS encontra alguma nova atualização para o mylink e nem isso eles fazem mais dizendo que a GM não passou nada para eles.
  6. MY LINK ROUBADO

    Concordo com o @Seufetelli, se tivesse meu mylink furtado, não pensaria duas vezes e compraria outra central.
  7. Provavelmente o hardware do HB20 já tinha incluso um módulo GPS que é requerido para se rodar o android auto e carplay, coisa que infelizmente o mylink de 1a geração não possui. Nesse caso a atualização do software resolve o problema, no nosso caso, teria que mexer no hardware, e duvido muito que a GM estaria disposta de trazer essa opção para nós. Se procurar no youtube, mostra alguns carros com a troca do módulo IO5 HMI que vem no mylink 1a geração pelo IO6 HMI GPS Navigation Module do mylink 2, assim habilitando o GPS e navegação pelo próprio mylink. Não é algo muito simples e barato, por isso que dúvido que a GM faça tal troca.
  8. DESBLOQUEIO DO MYLINK POR SOFTWARE

    Mto bom achado!
  9. Amigo, infelizmente vejo isso uma batalha perdida. O hardware da primeira geração do mylink não suporta o Carplay nem android auto
  10. Waze + My Link

    Não serão pois o mylink de primeira geração não tem hardware compatível para rodar o waze
  11. realmente o problema está com a apple. http://www.apple.com/au/ios/feature-availability/#applecarplay-applecarplay Veja que no link há um número 3 em alguns países (incluindo o Brasil). No fim da página explica: "Maps is unavailable in CarPlay" (Mapa indisponível no CarPlay)
  12. Novidades sobre o Onix 2017

    Fonte: http://carros.uol.com.br/noticias/redacao/2016/07/26/onix-e-prisma-mudam-de-cara-e-ficam-ecologicos-por-r-44890.htm#fotoNav=16 Onix e Prisma mudam de cara e ficam "ecológicos" por R$ 44.890 A General Motors tenta desviar dos erros de Volkswagen e Fiat, que demoraram a agir e viram best sellers como Gol e Palio sucumbirem frente às novidades. Assim, a gigante americana apresenta nesta terça-feira (26) reestilização mais pesada para os compactos Chevrolet Onix e Prisma. Enquanto o hatchback parte de R$ 44.890 na configuração LT 1.0 manual, o sedã começa em R$ 53.690 na LT já com motor 1.4. Produção em Gravataí (RS) já foi iniciada, e vendas serão iniciadas ainda esta semana. Veja detalhes no álbum. No visual, os modelos assumem a identidade global da Chevrolet, já vistos nos sedãs Cobalt e Cruze e nos utilitários S10 e Trailblazer: capô alongado, inclinado e com vincos maiores; grade mais larga e integrada aos faróis; para-choques com vincos acentuados; faróis mais delgados e com luz de posição de LED (nas versões mais caras). Traseira mantém desenho, recebendo lanternas internamente redesenhadas. O hatch chega ao mercado com motores 1.0 ou 1.4 recalibrados, além de três versões: LT, LTZ e a inédita Activ, aventureira antecipada por UOL Carros. Nas próximas semanas será lançada também uma versão pé-de-boi, também anunciada por UOL Carros, cujo nome e especificações ainda não foram revelados, mas que deve manter o desenho do Onix antigo. Confira abaixo a lista de versões, preços e equipamentos do hatch Onix: + Chevrolet Onix LT 2017 1.0: R$ 44.890 Faróis com máscara negra; rodas de aço aro 14 com calota; OnStar Safe (serviços de diagnóstico, app/web e segurança); ar-condicionado manual; travas elétricas; vidros dianteiros elétricos com função "um-toque"; painel com velocímetro digital, bússola e alerta de mudança de marcha; sistema de áudio com Bluetooth e entrada USB; banco do motorista com regulagem de altura; cintos dianteiros com regulagem de altura e aviso sonoro para não afivelamento; limpador e desembaçador do vidro traseiro.Opcionais: pacote com acabamento interno em dois tons (preto e cinza); central MyLink; volante multifuncional; luz de cortesia no porta-luvas; porta-malas com abertura na chave; OnStar Protect (inclui serviço de emergência e comandos no retrovisor interno) -- R$ 46.290. + Chevrolet Onix LT 2017 1.4: R$ 49.590 Todos os itens da versão 1.0, mais: central MyLink; abertura do porta-malas bor botão na chave; OnStar com pacote Protect (monitoramento de rota; recuperação veicular, diagnóstico, emergência e resposta automática a acidentes); coluna de direção com regulagem de altura; sensor de estacionamento traseiro; rodas de aço com calota aro 15.Opcionais: pacote com câmbio automático de seis velocidades, piloto automático e revestimento interno com faixas externas em couro sintético e faixas internas em alto relevo -- R$ 54.790. + Chevrolet Onix LTZ 2017 1.4: R$ 54.490 Todos os itens da versão LT 1.4, mais: faróis com guia de LED; faróis de neblina; retrovisores externos elétricos; rodas de liga leve aro 15 com acabamento em dois tons; OnStar Exclusive (diagnóstico, app/web, segurança, emergência, concièrge e navegação); computador de bordo com cinco funções (consumo médio, velocidade média, autonomia, temperatura externa e cronômetro); vidros traseiros elétricos com função um-toque; bancos com tecido de alto relevo; detalhes cromados.Opcionais: pacote com câmbio automático de seis velocidades, piloto automático -- R$ 59.790. + Chevrolet Onix Activ 2017 1.4: preço ainda não divulgado Todos os itens da versão LTZ, mais: câmera de ré; sensor de chuva; piloto automático mesmo para a configuração manual; porta-malas com abertura na chave; central MyLink; OnStar Protect (inclui serviço de emergência e comandos no retrovisor interno); opção de pintura exclusiva em laranja; apliques de plásticos em preto e cinza que simulam protetores e estribos nas laterais, caixas de rodas e para-choques; barras de teto em forma de "U"; acabamento interno com faixas do painel, portas e banco em laranja.Opcionais: pacote com transmissão automática (preço ainda não divulgado). Sedã com gama enxuta Para o Prisma, que por enquanto usará apenas motor 1.4 -- configuração "mil" deve chegar em breve --, os equipamentos para as versões LT e LTZ são os mesmos das versões do Onix. Além das mudanças visuais e de acabamento do hatch, o três-volumes receberá nova tampa do porta-malas, com quina ressaltada emulando um spoiler, mais desenhos de alto relevo exclusivos para as faixas centrais dos bancos nas versões de topo. Confira os preços: + Chevrolet Prisma LT 2017 1.4: R$ 53.690Opcionais: câmbio automático de seis velocidades, revestimento em couro sintético do volante -- R$ 58.990. + Chevrolet Prisma LTZ 2017 1.4: R$ 58.690.Opcionais: câmbio automático de seis velocidades; piloto automático; manopla do câmbio e console central em preto brilhante -- R$ 64.690. Tecnologia e segurança Sistema OnStar é a estrela dos novos modelos: de série em todas as versões, mas com três diferentes pacotes de serviços, estreia o serviço de diagnóstico, já existente nos EUA. Ele permite ao usuário consultar dados de quilometragem percorrida e pressão dos pneus por meio de aplicativo no celular, incluindo relatórios mensais. Central multimídia é a MyLink de segunda geração, a mesma de Cobalt, Cruze e S10, também um ganho para os compactos: projeta celulares via Apple CarPlay ou Android Auto (MirrorLink não é utilizado pela fabricante) e usa tela multitátil de 7 polegadas, que permite reorganizar ícones e comandos. Há uma melhora considerável: agora existe um prático conjunto de botões à direita da tela para mexer no volume do áudio, trocar as estações de rádio ou ir para a página principal do sistema sem depender de comandos puramente virtuais. Novos grafismos do quadro de instrumentos, porta-óculos no lugar da alça de apoio do motorista e acabamento em preto brilhante para raio inferior e manopla do câmbio (antes era em cromo acetinado), além de melhorias no sistema de ventilação, painéis das portas e assentos, são outras mudanças. Cadê o "ecológico"? A GM vem cumprindo à risca a promessa de "ignorar a modinha dos 3-cilindros" -- já seguida por HB20, Gol, up!, Fox, Ka, Fiesta, March e, em breve, Uno e Sandero -- e manteve a mesma motorização para o Onix: 1.0 e 1.4 bicombustíveis. No Prisma, há apenas o 1.4. O lema foi trabalhar para otimizar a eficiência dos produtos já existentes -- e se adequar à última fase do Inovar-Auto, que exigirá índices cada vez melhores de consumo -- sem precisar investir pesado num motor totalmente novo. O lado ruim é que esta família já é um tanto antiga. Prova disso é a permanência do cada vez mais obsoleto tanquinho de partida a frio. A GM, porém, garante ter feito modificações que a deixaram até 18% mais econômica, no caso do Onix, e 22% para o Prisma. São números consideráveis, pelo menos em teoria. Toda essa filosofia atende pelo nome "Eco", inclusive com adesivos colados nas tampas dos porta-malas dos carros. As mudanças incluem a adoção de: direção elétrica; câmbio manual de seis marchas (a última funciona apenas para reduzir giros, ruídos e, consequentemente, consumo), aviso de troca de marchas no quadro de instrumentos; transmissão automática recalibrada nas versões de topo; pneus verdes; mudanças em conjuntos de suspensões (rebaixadas em 1 cm) e freios (reposicionados para maior refino aerodinâmico); e carroceria 32 e 34 quilos mais leve, respectivamente para Onix e Prisma. Os propulsores, em si, receberam pistões, bielas e anéis mais leves, novo sistema de arrefecimento e módulo eletrônico mais ágil. Além disso, passam a operar com óleo de viscosidade mais baixa. Com todas essas alterações, que a permitiram "fugir" da troca por uma geração menor e mais moderna de motores, a GM afirma ter alcançado nota A no programa de etiquetagem do Inmetro, com índices de consumo para o Onix 1.4 manual estimados em 12,5/14,9 km/l (cidade/estrada com gasolina) e 8,6/10,2 km/l (etanol). No caso do Prisma os dados são 12,8/15,4 km/l e 8,8/10,7 km/l, respectivamente nos mesmos ciclos. A fabricante segurou os dados da variante 1.0 alegando que irá divulgá-los posteriormante, mas garantiu que ele também terá nota A e será "referência em consumo".
  13. vc poderia conseguir os arquivos do loop no mylinkque são as pastas font, system e arquivo nk.bin digo isso pela informação neste forum... informo que pesquisei o q o colega postou e nao encontrei. Meu onix é 1.4 12\13 e creio q seja a primeira versao do mylink

    Então copiei as pastas "Fontes" e "System" e o arquivo "NK.bin" do DUMP que o ratopostou, que era a mesma versão do meu mylink 

    para a memoria da placa.

  14. Novidades sobre o Onix 2017

    http://carros.uol.com.br/noticias/redacao/2016/05/24/novo-onix-chega-no-2-semestre-com-versao-cross-veja-flagra.htm
  15. Sei que tem nesse topico - http://clubedoonix.com.br/topic/12586-mylink-full-free/ Se não me engano é 24.5xxxxxxxx seria a última versão