jordan

Administrador
  • Total de itens

    657
  • Registro em

  • Última visita

  • Days Won

    27

jordan last won the day on June 16

jordan had the most liked content!

Reputação

195 Excelente

Sobre jordan

  • Rank
    Administrator

Últimos Visitantes

4.529 visualizações
  1. Também tive este problema. Talvez seja necessário limpar o cache do navegador. Estamos aguardando a migração de servidor para resolvermos de vez este problema.
  2. Dá uma testada no fórum e me fala se teve alguma mudança, por favor.
  3. Por favor, quem está tendo problemas com o fórum coloque por qual dispositivo está tentando realizar o acesso (desktop, tablet, celular ou tapatalk).
  4. O problema está com nosso host que diminuiu os recursos do servidor...
  5. Estamos aguardando suporte do IPBoard. Se após realizar o login e você for desconectado automaticamente aperte Ctrl + f5 no seu navegador que ele vai recarregar o cache dispensando você de se logar novamente (isto é apenas um paliativo). Agradecemos a compreensão de todos.
  6. Estamos verificando se é algum problema no ipb ou na hospedagem. Assim que descobrirmos o motivo postaremos aqui.
  7. Depois do Onix, a Chevrolet começa a oferecer em sua rede de concessionárias o Prisma 2018. No entanto, o sedã compacto estreia apenas uma nova opção de cor para a carroceria, reposicionamento dos logotipos na tampa do porta-malas e preços mais altos. Agora é possível encontrar o Chevrolet Prisma 2018 com preços entre R$ 45.790 e R$ 67.050. Também seguindo a linha do hatch, o Prisma 2018 agora dispõe da cor “Azul Imperial” metálica, que tem preço de R$ 1.400 e está disponível para as versões LT e LTZ. Outra novidade fica por conta dos logotipos na tampa do porta-malas, sendo que o nome do modelo agora se posiciona no lado esquerdo e o nome da versão, no lado direito. Há também a luz de neblina traseira, de série nas versões LT e LTZ. Já a respeito dos preços, todas as versões do Chevrolet Prisma 2018 sofreram reajustes, que variam de R$ 910 a R$ 1.300. Confira os preços do Chevrolet Prisma 2018: Chevrolet Prisma Joy 1.0 MT6: R$ 45.790 (R$ 1.300) Chevrolet Prisma LT 1.4 MT6: R$ 55.790 (R$ 900) Chevrolet Prisma LT 1.4 AT6: R$ 61.150 (R$ 960) Chevrolet Prisma LTZ 1.4 MT6: R$ 60.990 (R$ 910) Chevrolet Prisma LTZ 1.4 AT6: R$ 67.050 (R$ 1.060) Fonte: Notícias Automotivas
  8. O Chevrolet Onix Joy é convocado para recall por defeito em pneu. As unidades afetadas foram produzidas entre 27/3/2017 a 31/3/2017. O agendamento do serviço já pode ser feito a partir desta terça-feira (23/5). Confira abaixo a relação dos chassis das unidades afetadas: HB200774 HB200824 HB200886 HB200966 HB201078 HB201123 HB201152 HB201244 HB201343 HB201386 HB201451 HB201494 HB201525 HB201584 HB201670 HB201694 HB201871 HB201911 HB202402 HB202798 HB203056 HB203089 Falha Segundo a Chevrolet, foi detectada a possibilidade de haver danos nas paredes laterais dos pneus ocorridos durante o processo de montagem, com fragilização de sua estrutura. Riscos Caso haja a ruptura do pneu, com o veículo em movimento, o condutor perderá o controle da direção, com riscos de acidentes e lesões físicas graves. Solução Segundo a marca, será feito a inspeção e eventual substituição dos pneus. O tempo médio para o reparo é de uma hora. Informações Para mais informações, os clientes devem ligar para o telefone 0800 702 4200 ou acessar o site www.chevrolet.com.br. Fonte: Autos Segredos
  9. O resultado do teste de segurança do Chevrolet Onix, promovido pelo Latin NCAP, gerou grande repercussão no país, não só pelo modelo ser líder de vendas, mas também por conta da preocupação de boa parte dos brasileiros com a segurança automotiva. No entanto, de acordo com o jornalista Fernando Calmon, da Coluna Alta Roda, a nota zero do modelo é “sensacionalismo barato”. Segundo Calmon, os procedimentos montados pelo Latin NCAP são diferentes daqueles executados pelo Euro NCAP, onde a União Europeia obrigou seus membros à unificarem suas exigências de segurança, apesar das diferenças sócio-econômicas entre os países integrantes. No caso brasileiro, o país não tem fronteiras livres com boa parte de seus vizinhos e nem uma moeda comum. Assim, existem diferenças nas exigências de segurança na região. Citando um teste da Ford Ranger, Calmon fala que o Latin NCAP decidiu “punir” o fabricante por vender a picape em configuração básica na Colômbia, sendo que essa opção não é oferecida no Brasil. Ele também menciona o exemplo do Nissan March nacional, que é igual ao feito no México, mas a mudança nos protocolos – com rara consulta aos fabricantes – gera não só dúvidas no consumidor, mas também a perda de estrelas. Em caso recente, lembrado pelo NA, o Renault Clio perdeu as três estrelas por ser oferecido na Colômbia sem airbags. Após o compromisso da marca francesa em rever a segurança do modelo naquele país, o Latin NCAP manteve a classificação anterior para o brasileiro, enquanto o colombiano permaneceu sem estrelas. No caso europeu, Calmon comenta que não se submetem a testes carros com diferentes protocolos de segurança antes de seis anos. Além disso, o Euro NCAP possui um mecanismo para diferenciar os pacotes básicos de segurança dos mais avançados, chamado Dual Rating, em que um mesmo modelo apresenta duas classificações. De acordo com a entidade: “permite gradualidade nas opções de compra, mantendo carros a preços acessíveis, mas ao mesmo tempo dando oportunidade aos consumidores de obter importantes tecnologias de segurança”. Como já citado acima, o fabricante pode se comprometer em reequipar o modelo com baixa pontuação, mas também pode rever o teste com um veículo atualizado. Nesse caso, a marca “patrocina” uma nova avaliação para que se possa conquistar mais uma ou duas estrelas. Foi o caso do Ford EcoSport por aqui, que ganhou quatro estrelas e, após críticas do Latin NCAP, recebeu atualização e um exemplar foi cedido (daí o patrocínio) para efetuar novamente o teste, onde ganhou cinco estrelas. A entidade escolhe a unidade que irá testar. O jornalista Fernando Calmon também fala que a entidade regional com sede em Montevidéu, Uruguai, “dramatiza” seus relatórios com frases apelativas, tais como “grande desilusão” ou “ficamos decepcionados”. Já a associada nacional, a Proteste, pede um recall com a finalidade de retirada do mercado de carros que vão mal no teste, sem previsão em qualquer legislação do mundo, finaliza o colunista, que classifica a atitude como “sensacionalismo barato”. Por fim, ele menciona o fato de o Brasil ter a norma NBR 16204, que regulamenta exatamente o teste de colisão lateral nos veículos, a principal crítica do Latin NCAP no caso do Onix. A resolução, no entanto, entrará em vigor apenas em 18 de agosto de 2018 e ainda terá de regulamentada pelo Conselho Nacional de Trânsito, o Contran. Fonte: Notícias Automotivas
  10. Após crash test, Proteste quer retirar Chevrolet Onix do mercado Atual automóvel mais vendido do mercado brasileiro, o Chevrolet Onix decepcionou no último teste realizado pelo Latin NCAP, programa de avaliação de carros novos para América Latina e Caribe. No crash test, o hatch compacto apresentou performance aquém do esperado e ganhou zero estrela para a proteção do passageiro adulto e três estrelas para crianças. E por conta disso, a Proteste, associação brasileira de defesa do consumidor, pedirá a retirada do Onix das concessionárias. “É uma ofensa à inteligência do consumidor que a General Motors, que afirma que o Onix é baseado numa plataforma global, não tenha tido êxito na versão avaliada pelo Latin NCAP. De acordo com os resultados do teste foi verificado que o carro não seria aprovado pela regulação da ONU (UN95), nem pela Norma Federal de Segurança Veicular dos EE.UU. (FMVSS214), aplicados na Europa e nos Estados Unidos, respectivamente”, comentou o gerente de relações institucionais e mídia da Proteste, Henrique Lian. “Não consideramos que a América Latina seja depósito para carros fora dos padrões exigidos, no entanto, infelizmente, não parece ser a opinião da GM. A PROTESTE, diante dos resultados decepcionantes do Onix, pedirá a sua retirada do mercado”, completou. Esta foi a segunda vez que o Chevrolet Onix passou pelas mãos do Latin NCAP. Na primeira vez, o modelo recebeu três estrelas. No entanto, com a inclusão do teste de impacto lateral, o modelo foi rebaixado. Em comparação com os rivais Fiat Palio e Peugeot 208 (também testados com os novos protocolos), o líder foi o único que registrou valores que ultrapassam os limites biomecânicos permitidos para o peito dos ocupantes no teste de colisão. Nos testes, o desempenho estrutural do Onix no impacto lateral mostrou um grande deslocamento da coluna B para dentro da cabine, significativamente maior que no Palio e no 208. Além disso, a porta traseira do Chevrolet se abriu no teste, oferecendo um alto risco para os ocupantes, especialmente crianças. Fonte: Notícias Automotivas
  11. Carro mais vendido do Brasil foi reprovado em proteção para adultos, mas ficou com 3 estrelas para ocupantes crianças. Marca diz que "carro cumpre todos requisitos locais de seguranças". Chevrolet Onix fica com zero estrelas em teste de colisão O Latin NCap, organização independente que avalia a segurança de veículos, divulgou nesta quinta-feira (11) mais uma rodada de testes de colisão com veículos novos. A entidade deu nota zero estrela para o Chevrolet Onix, que é o carro mais vendido do Brasil e é fabricado no país. A avaliação feita pelo Programa de Avaliação de Carros Novos para América Latina e Caribe foi referente à proteção de ocupantes adultos. Para crianças, O Onix ficou com nota de 3 estrelas. Em 2014, o carro foi avaliado com 3 estrelas para adultos, mas o novo padrão de testes do Latin NCap, com colisões de impacto lateral modificou a nota do hatch. Neste primeiro teste, porém, a nota para crianças foi de apenas 2 estrelas. "O Onix mostrou um desempenho pobre, já que o teste de impacto lateral evidenciou uma compressão alta no peito do passageiro adulto, divulgando uma alta penetração na estrutura. O Onix não contava com dispositivos de absorção de energia em sua estrutura para impacto lateral, apenas barras nas portas. Considerando esses resultados de testes, o Onix não passaria os requerimentos básicos da regulação para impacto lateral das Nações Unidas (UN95)", disse o Latin NCap, em comunicado. Questionada pelo G1, a montadora comentou os resultados obtidos por ser carro nos testes de impacto da entidade. Ainda de acordo com a entidade, a proteção para o passageiro infantil é aceitável. "Contudo, o modelo apenas oferece um cinto de segurança de dois pontos na posição central traseira, carecendo de ancoragens ISOFIX. A porta traseira direita se abriu no teste, expondo as crianças a maiores riscos", afirmou o Latin NCap. Kia Rio Sedan também leva zero Na mesma bateria de testes o Latin NCap avaliou o Kia Rio Sedan. Fabricado na Coreia, o modelo não é vendido no Brasil ficou com nota zero para ocupantes adultos e apenas uma estrela para crianças. Veja o que diz a Chevrolet sobre as notas do Onix "O Chevrolet Onix cumpre integralmente com todos os requisitos locais de segurança dos mercados onde é vendido na América do Sul. A GM compartilha o objetivo de melhorar a segurança rodoviária em todo o mundo e busca a melhoria contínua da segurança dos veículos à medida em que novas tecnologias se tornem disponíveis. A GM coloca o cliente no centro de tudo e anunciou em 2015 um investimento de bilhões de dólares para o desenvolvimento de uma família de veículos totalmente nova, respondendo à rápida mudança da demanda de clientes na América Latina e em outros mercados globais em crescimento. A GM está sempre procurando formas melhores e mais inovadoras de atender às necessidades em constante evolução dos clientes globais e melhorar o desempenho em segurança. Por essa razão, lançamos recentemente o OnStar em todos os principais países da América do Sul. O OnStar oferece serviços únicos de emergência que ajudam a fornecer uma resposta rápida e salvam vidas em acidentes de carro. O Onix é o único veículo da sua categoria a oferecer este tipo de tecnologia. Combinado com airbags duplos e freios ABS com distribuição eletrônica de força de frenagem, acreditamos que o Onix é um dos veículos mais seguros em seu segmento, que é apenas uma das razões de ser o veículo mais vendido na América do Sul." Fonte: Auto Esporte
  12. A Chevrolet acaba de anunciar a chegada da linha 2018 do Onix. Conforme havíamos publicado anteriormente, o hatch estreia com novos equipamentos de série. Todavia, o destaque fica por conta do retorno da versão pseudo-esportiva Effect, que já foi oferecida no final de 2014 e volta a ser comercializada por R$ 54.990 (há dois anos, o carro era comercializado por R$ 4,8 mil a menos). O novo Chevrolet Onix Effect 2018 se diferencia das demais versões da linha pelos adereços estéticos e o acabamento exclusivo. Do lado de fora, há um kit aerodinâmico composto por spoilers frontal e traseiro e saias laterais. Há também rodas de alumínio de 15 polegadas com acabamento cinza metálico e pintura em preto brilhante no teto, moldura da grade frontal, adesivos da coluna central e capa dos retrovisores. Ainda no visual, o carro oferece adesivos que remetem ao automobilismo na grade frontal, laterais e tampa do porta-malas, além de emblema da versão em alto relevo e cromado abaixo do vinco da porta dianteira. O conjunto inclui ainda faróis com máscara negra e luz de posição em LED, faróis auxiliares com moldura preta, lanternas com lente vermelho rubi e luz de neblina na parte inferior do para-choque traseiro (novidade na linha Onix 2018). Por dentro, o Onix Effect 2018 traz acabamento predominante preto, detalhes em vermelho acetinado nas molduras das saídas de ar do painel e no contorno dos aros do volante, bancos com revestimento exclusivo e costuras decorativas na cor vermelha, volante multifuncional com base achatada, painel de instrumentos com grafismo diferenciado e comado nos botões do ar-condicionado e do sistema multimídia, maçanetas das portas e manopla do câmbio. Entre os equipamentos de série, a nova versão do Chevrolet dispõe de faróis de LED, lanterna traseira de neblina, direção elétrica progressiva, vidros, travas e retrovisores elétricos, computador de bordo, indicador de troca de marcha, monitoramento da pressão dos pneus, ar-condicionado, banco do motorista e volante com ajuste de altura, volante com comandos de áudio e telefonia, sistema MyLink com Android Auto e CarPlay e sistema OnStar com pacote Exclusive. O motor é o conhecido 1.4 litro flex de quatro cilindros, que consegue desenvolver até 106 cavalos de potência e 13,9 kgfm de torque, associado ao câmbio manual de seis marchas. O Chevrolet Onix Effect 2018 está disponível nas cores Branco Summit e Vermelho Carmin. Linha 2018 As outras versões do Onix também receberam novidades. O modelo de entrada Joy incorpora o pacote Conforto de série, que conta com travas e vidros elétricos, ar-condicionado, direção elétrica, painel com velocímetro digital e conta-giros, cinto do motorista com regulagem de altura, sistema de monitoramento da pressão dos pneus e alarme, entre outros. Já os modelos LT, LTZ e Activ passam a dispor de luz de neblina na parte inferior do para-choque traseiro. Há também a opção de cor Imperial Blue para a carroceria, além do reposicionamento dos logotipos na tampa do porta-malas (o nome do carro fica na esquerda e o da versão, na direita). Confira abaixo os preços da nova linha Chevrolet Onix 2018: Chevrolet Onix Joy 1.4 MT: R$ 41.690 Chevrolet Onix LT 1.0 MT: R$ 47.930 Chevrolet Onix LT 1.4 MT: R$ 51.630 Chevrolet Onix Effect 1.4 MT: R$ 54.990 Chevrolet Onix LT 1.4 AT: R$ 56.790 Chevrolet Onix LTZ 1.4 MT: R$ 56.690 Chevrolet Onix LTZ 1.4 AT: R$ 61.930 Chevrolet Onix Activ 1.4 MT: R$ 59.990 Chevrolet Onix Activ 1.4 AT: R$ 65.290 Fonte: Notícias Automotivas
  13. Com aumentos em quase todas as versões, o atual líder de vendas praticamente não teve mudanças no visual e na lista de equipamentos Novo Chevrolet Onix LTZ (Foto: Divulgação) A linha 2018 do Chevrolet Onix, atual líder de vendas no Brasil, já está disponível nas concessionárias da marca, conforme apuramos em São Paulo (SP). A novidade ainda não foi lançada oficialmente e tampouco teve os preços divulgados pelo fabricante, porém, todos os valores informados pelos vendedores são mais altos (exceto no aventureiro Activ). Confira os preços praticados pelas concessionárias* Onix Joy 1.0 manual – R$ 40.500 (antes, custava R$ 40.390); Onix LT 1.0 manual – R$ 47.900 (R$ 47.150); Onix LT 1.4 manual – R$ 51.650 (R$ 50.790); Onix LT 1.4 automático – R$ 56.650 (R$ 55.890); Onix LTZ 1.4 manual – R$ 56.650 (R$ 55.750); Onix LTZ 1.4 automático – R4 61.950 (R$ 60.950); Onix Activ 1.4 manual – R$ 58.650 (R$ 58.790); Onix Activ 1.4 automático – R$ 63.900 (R$ 63.990). *menores valores apurados pela reportagem Visualmente, a única diferença do modelo fica por conta dos emblemas, que adotaram a nova padronagem da empresa – agora, o nome “Onix” fica à esquerda da tampa do porta-malas, enquanto a versão é identificada no lado direito da peça. Os preços sofrem variações de até R$ 2.150, dependendo da loja, mas todas já ofereciam o carro a pronta entrega. Sob o capô, continuam as mesmas opções de motorização. Nas versões mais em conta, o propulsor 1.0 8V flex desenvolve até 80 cv de potência e 9,8 kgfm de torque, enquanto o 1.4 8V flex tem até 106 cv e 13,9 kgfm. Para ambos, o câmbio manual tem seis marchas – o automático de seis velocidades está disponível apenas nas configurações mais fortes. Fonte: Revista Auto Esporte
  14. A Chevrolet deve anunciar nos próximos dias a chegada da linha 2018 dos compactos Onix e Prisma. Tanto o hatch como o sedã receberão pequenas alterações para se manterem atuais no mercado. Essas mudanças se resumem a introdução de novos equipamentos de série, novos detalhes estéticos e uma nova opção de cor. Outra novidade será o retorno do Onix Effect, modelo com visual esportivo da linha. Agora o Chevrolet Onix 2018 e o Chevrolet Prisma 2018 serão oferecidos na nova cor metálica Azul Imperial. Esta mesma cor será oferecida também para o pseudo-aventureiro Onix Activ. Além disso, os modelos receberão reposicionamento dos logotipos, com o nome do carro estampado no lado esquerdo e o da versão no lado direito na tampa do porta-malas – antes, os dois nomes eram posicionados na direita. Entre os equipamentos, a novidade ficará por conta da introdução das lanternas de neblina, antes não oferecidas nos compactos, posicionadas na parte inferior do para-choque traseiro. O Onix Joy e o Prisma Joy contarão ainda com travas elétricas e alarme de série. Porém, segundo o site iCarros, a linha 2018 dos Chevrolet terá ainda preços mais altos. Confira: Onix Joy 1.0: R$ 41.690 (era R$ 40.390) Onix LT 1.0: R$ 47.950 (R$ R$ 45.690) Onix LT 1.4: R$ 51.650 (R$ 50.790) Onix LT 1.4 AT: R$ 56.790 (R$ 55.890) Onix LTZ 1.4: R$ 56.650 (R$ 55.750) Onix LTZ 1.4 AT: R$ 61.950 (R$ 60.950) Onix Activ 1.4: R$ 59.950 (R$ 58.490) Onix Activ 1.4 AT: R$ 65.250 (R$ 63.590) Prisma Joy 1.0: R$ 45.790 (era R$ 44.490) Prisma LT 1.4: R$ 55.790 (R$ 54.890) Prisma LT 1.4 AT: R$ 61.150 (R$ 60.190) Prisma LTZ 1.4: R$ 60.990 (R$ 59.990) Prisma LTZ 1.4 AT: R$ 67.050 (R$ 65.990) Fonte: Notícias Automotivas
  15. Preços atualizados.